Biodiversidade. Problemas que se tornam soluções

0

Todas as possibilidades que tenhamos para colocar à disposição da fauna nas nossas searas de milho, deveram ser aproveitadas.
Neste caso havia um problema crónico de drenagem na bordadura de dois pivot´s. Quando estes pivot´s fazem tangente, existe normalmente uma sobreposição da água dos seus canhões finais. São normais escorrimentos deste excesso de água que se tornam num problema para estas zonas, principalmente quando existe alguma inclinação na parcela.

Assim aproveitamos este problema para tentar criar um charco para os batráquios que normalmente não têm condições para sobreviver só com a água das regas. Assim, controlamos os estragos por excesso de água nalgumas zonas, evitámos que essa água fosse para os rodados dos pivot´s e criámos condições para existir condições que levem ao aparecimento de várias espécies que começam a desenvolver-se e torna-se alimento também para algumas aves e outros mamíferos que circulam pelas searas.

COMENTAR

Insira o seu comentário
Insira o seu nome