A Cultura do Milho – Aplicação de Estrume

0

A matéria orgânica (MO) é fundamental para a vida do nosso solo. Toda a MO vai ajudar o melhorar a estrutura do solo, a sua vida microbiana, a retenção de água, o arejamento. Vai reter melhor os adubos químicos e ajudar na sua mineralização, evitando a sua lexiviação.
Os microorganismos de solo vão alimentar-se desta MO e vão mineralizá-la e torná-la assimilável para as plantas de milho.

No nosso caso estamos a tentar fomentar o equilíbrio do solo com a introdução de vários tipos de MO, provenientes de origens diferentes e tentando reduzir as adubações químicas.
Pretendemos reduzir as mobilizações com a ajuda deste melhoria do estado geral do solo e da sua vida microbiana, que nos vai ajudar a reduzir a compactação e a falta de arejamento.
O objectivo passa também por tentar promover uma economia circular, com a utilização dos subprodutos da produção animal e, com a reciclagem de várias MO disponíveis no mercado.
Tentamos assim baixar as emissões de CO2 provenientes da fabricação e transporte destes adubos que são importados de grandes distâncias e utilizam uma grande quantidade de energia fóssil.
Pretendemos também reduzir as emissões de óxido nitroso, proveniente do ciclo do azoto nas plantas.

Devemos fazer um rigoroso balanço de nutrientes para tentar aplicar somente aqueles que são exportados no milho das nossas parcelas. Na contabilização destes elementos devem entrar os aportes de MO, dos adubos de síntese, as respectivas eficiência de utilização e fazer o balanço com a produção e respectiva exportação de nutrientes da parcela.
Normalmente os nossos solos tem pouca MO aqui na região, a nossa temperatura é alta, acompanhada de humidade todo o ano (na zona do regadio), isto promove a mineralização quase em contínuo, levando a uma grande dificuldade de aumentarmos o seu teor no solo. Também o excesso de mobilizações promovem a sua mineralização e logo a redução da sua permanência no solo.

Assim sempre que possível devemos promover o aumento da MO de forma a tentar aumentar a sua concentração no solo.
Podemos fazê-lo com o aproveitamento de todos os resíduos das culturas anteriores e com a sementeira de culturas de cobertura.
Também sempre que possível podemos incorporar estrumes ou compostos orgânicos de forma a acrescentar mais MO ao solo.

COMENTAR

Insira o seu comentário
Insira o seu nome